quinta-feira, 13 de abril de 2017

Diabetes na prática clínica: e-book




clique aqui para ler o e-book


Clique aqui para ler o e-book

Boa leitura e boa viagem aos novos conhecimentos!!!

sábado, 8 de abril de 2017

Eventos científicos em junho-julho





Mais informações aqui 



Envio de trabalho até 08/05, aqui




Envio de trabalho até 24/4, aqui 




sexta-feira, 7 de abril de 2017

Treinamento de primeiros socorros em uma escola

A LAEPS (Liga Acadêmica de Emergências e Primeiros Socorros)  realizou no mês passado um treinamento de primeiros socorros com os funcionários de uma escola da rede privada.

Foi um momento muito rico, de troca, de aprendizado, de educação em saúde.

Muito feliz de fazer parte desse momento, muito feliz de aprender cotidianamente com os ligantes, muito feliz de contribuir para que esses estudantes vivenciem novas experiências.




















Como posicionar os eletrodos para o ECG?

O eletrocardiograma é o método complementar mais simples e mais importante no diagnóstico de doenças cardiovasculares, pois é um método não evasivo, barato e amplamente disponível. Este regista a atividade elétrica produzida pela ativação miocárdica, sendo o seu traçado constituído por várias deflexões causadas pela ativação, despolarização e repolarização das células.

Vamos aprender a posicionar os eletrodos corretamente porque a posição incorreta pode levar a um falso diagnóstico.

No ECG de 12 derivações, 6 delas são periféricas e 6 pré-cordiais. Das 6 periféricas, 3 são bipolares (DI, DII e DIII) e 3 unipolares (aVR, aVF e aVL). As pré-cordiais são captadas com a colocação de um eletrodo diretamente sobre o tórax, seguindo a delimitação dos espaços intercostais; são designadas de V1, V2, V3, V4, V5 e V6. 


DERIVAÇÕES PERIFÉRICAS
Bipolares

DI 
Localização dos eletrodos no MSE e MSD. É positivo o eletrodo do MSE e negativo o do MSD. Explora a superfície lateral e do coração. 

DII 
Localização dos eletrodos no MSD e MIE. É positivo o eletrodo do MIE e negativo o do MSD. Explora a superfície lateral esquerda. 

DIII 
Localização dos eletrodos no MSE e MIE, sendo positivo o do MIE e negativo o do MSE. Explora a mesma superfície das anteriores. 

Unipolares
aVR 
Localização do eletrodo no MSD, sendo este positivo. Explora o átrio direito.

aVF 
Localização do eletrodo no MIE, sendo o eletrodo  positivo. Explora a superfície lateral esquerda, mas também a parede inferior. 


aVL 
Localização do eletrodo no MSE. O eletrodo deste membro é positivo. Explora a superfície lateral esquerda 

As seis derivações I, II, III, AVR, AVL, AVF reúnem-se para formar seis linhas de referência, que se cruzam com precisão num plano sobre o tórax do paciente (plano frontal).






DERIVAÇÕES PRÉ-CORDIAIS
v1 a v6

situam-se nas paredes anterior e lateral do toráx. Estas dão a vista do coração e da onda de despolarização no plano horizontal.



Agora vamos ao vídeo para aprender a posicionar os eletrodos 


video

quinta-feira, 30 de março de 2017

Eventos científicos em Maio








Data limite para envio de trabalhos - 31 de março de 2017

Aula de Parada Cardíaca: dia de aprendizado

Adoro essa troca, a prática, as perguntas, o sorriso no rosto quando conseguem realizar uma ação

Seguimos na busca pelo aprendizado... Alunos e Professores!!